Cacique Raoni recebe a visita da Funai em sua Terra

Raoni Metuktire, liderança indígena internacionalmente reconhecida, ao longo dos últimos anos, sempre se deslocou à sede da Funai para apresentar suas demandas. Mas dessa vez foi diferente. O Cacique recebeu, no último domingo (29), a visita do Presidente da Funai, Wallace Bastos.

“Finalmente, depois de mais de 10 anos, um presidente da Funai vem aqui na aldeia.”, afirmou o Cacique. A aldeia Metuktire fica localizada na Terra Indígena Capoto Jarina, no Parque Indígena do Xingu (MT).  

Também estavam presentes o Diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Faleiro, o Ouvidor, Thiago Fiorott, o Coordenador Regional do Norte do Mato Grosso (CGNMT), Patxon Metuktire, também na função de intérprete de Raoni e o representante do Instituto Raoni, Thiago Schinaider.

Bastos reuniu-se com o povo Kayapó e lideranças do Baixo Xingu, que expuseram suas demandas, ouviu todas as reivindicações e propôs soluções viáveis. Raoni ressaltou que essa gestão deve dar continuidade aos compromissos estabelecidos pela Funai junto aos povos indígenas, demarcando terras e desenvolvendo projetos, entre outras ações.

DSC 3704

Foto: Hilda Azevedo/Funai

Dentre as demandas já solucionadas, os indígenas destacaram o projeto de etnodesenvolvimento da região, apoiado pela Funai. Na semana que antecedeu a visita, foram doados dois tratores para auxiliar na produção das roças tradicionais, o que proporcionará um aumento significativo da produção de alimentos na aldeia. A comunidade também solicitou mais recursos para o desenvolvimento de projetos pela CRNMT.

O Presidente explicou aos indígenas as estratégias de sua gestão para superar os desafios impostos pelas limitações de recursos e afirmou que fará o possível para atender às demandas apresentadas, encontrando soluções e mantendo o diálogo com as lideranças.

DSC 3684

Foto: Hilda Azevedo/Funai

Na avaliação de Bastos, “É muito mais produtivo, para mim, ver a realidade desse povo de perto do que apenas lendo memorandos, ofícios, etc. Como tenho dito sempre, precisamos ir até a terra indígena, precisamos estar presentes lá. O papel da Funai é esse: atender a essas demandas sempre que possível, pois, dessa forma, gera-se uma tranquilidade para que os indígenas possam manter seu foco na produção, na manutenção dos seus hábitos e cultura. A minha visita na terra indígena Metuktire, onde fui recebido de forma tão honrosa pelos caciques Kayapó, com destaque para o grande líder Raoni, foi, sem dúvida, uma experiência marcante em minha vida e uma honra para mim, na condição de Presidente da Funai.”

 

Ana Carolina Aleixo Vilela

Ascom/Funai

Com informações de Thiago Fiorott e Hilda Azevedo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.