Câmara cria CPI para investigar vazamento de rejeitos de mineração em Barcarena, Pará

Técnicos ambientais analisam água após vazamento de rejeitos de mineração em Barcarena, no Pará
Técnicos ambientais analisam água após vazamento de rejeitos de mineração em Barcarena, no Pará.

 

Proposta por quatro deputados paraenses, foi criada pela Câmara dos Deputados uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para a investigar o vazamento das bacias de rejeitos de mineração no município de Barcarena, no Pará.

Assinado por 181 deputados, o requerimento foi lido no Plenário pelo presidente Rodrigo Maia. Cabe agora aos líderes dos partidos indicar os 35 integrantes da comissão e igual número de suplentes. A comissão tem 120 dias de prazo para realizar seu trabalho.

Os autores do requerimento são os deputados Arnaldo Jordy (PPS), Edmilson Rodrigues (Psol), Delegado Éder Mauro (PSD ) e Elcione Barbalho (MDB).

Eles afirmam que o município de Barcarena enfrenta uma contaminação de larga extensão provocada pelo vazamento de rejeitos de bauxita vindos da barragem da mineradora Hydro, empresa norueguesa instalada na região.

“Alto índice de chumbo e outros metais pesados contaminam a região, notadamente nas comunidades ribeirinhas. Esse desastre impactou a ordem social e econômica da região, prejudicando as comunidades que buscam alimentos e lazer nos rios e igarapés de Barcarena”, afirmam eles, no requerimento.

Da Redação/WS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*