Ibama e ICMBio apreendem 7 escavadeiras em garimpo ilegal no entorno da Flona do Tapirapé-Aquiri (PA)

Imagem aérea de garimpo ilegal identificado no entorno da Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri, no Pará

Foto: Ibama

O Ibama e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram operação para coibir o garimpo ilegal de ouro no entorno da Floresta Nacional (Flona) do Tapirapé-Aquiri, em São Félix do Xingu (PA), com apoio da Polícia Federal (PF) e do Batalhão de Polícia Ambiental do Pará. Agentes ambientais apreenderam sete escavadeiras e dez motobombas em garimpos clandestinos. Até o momento foram aplicados autos de infração que totalizam R$ 50 mil.

Criminosos tentaram impedir a retirada dos bens apreendidos. A estrada da Barra Bonita foi interditada por garimpeiros, que danificaram pontes. O Grupamento Tático Operacional (GTO) da PM do Pará e a Polícia Federal (PF) em Redenção foram acionados. A via foi liberada de forma pacífica.

Os equipamentos apreendidos estão sob guarda do ICMBio e de prefeituras do sudoeste do Pará.

Agentes ambientais embargaram quatro garimpos clandestinos. Outro garimpo licenciado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente foi embargado por uso ilegal de mercúrio, desmatamento e descumprimento de condicionantes da licença municipal.

Os infratores serão responsabilizados com sanções administrativas e criminais.

Criada em 1989 na Amazônia, a Flona do Tapirapé-Aquiri se estende por 196 mil hectares.

Foto: Ibama

Assessoria de Comunicação do Ibama
imprensa@ibama.gov.br
061 3316 1015

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.