Viruá celebra Dia Mundial das Áreas Úmidas

Evento, que reuniu fotógrafos e jovens moradores das comunidades vizinhas, faz parte do calendário de ações do ICMBio de estímulo ao ecoturismo em sítios Ramsar.  

O Parque Nacional do Viruá, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), promoveu, em parceria com o Fotoclube Roraima (FCRR), uma série de atividades para comemorar o Dia Mundial das Áreas Úmidas, celebrado no dia 2 de fevereiro. O objetivo da data é promover a sensibilização global para o valor dos ambientes alagados para a humanidade e o planeta.

Palestras, visitas fotográficas a diferentes atrativos e caminhadas em trilhas e passarelas, que contaram com a participação de fotógrafos do estado de Roraima e jovens residentes nas comunidades vizinhas, foram atividades promovidas para comemorar a data. “Eventos como esse são importantes para despertar a consciência da sociedade para o valor das áreas úmidas”, afirmou Michele Dias do Fotoclube Roraima. “Percorremos mais de 7 quilômetros em trilhas e passarelas e ainda pudemos fotografar diversas espécies de animais, incluindo araras, macacos, cutias, quati, pica-pau, aves de banhado e até uma araponga cantando”, relatou.

Segundo a gestora do Parque do Viruá, Beatriz Ribeiro, o evento faz parte de uma série de atividades previstas para o primeiro semestre de 2018, voltadas para o fortalecimento da visitação na unidade de conservação. “Esse é o primeiro Dia Mundial das Áreas Úmidas que o Viruá comemora como um sítio Ramsar. Não podíamos deixar de celebrar, sobretudo em um ano em que o Brasil sediará o Fórum Mundial da Água”, afirmou Beatriz Ribeiro. 

As atividades voltadas para a visitação no Parna do Viruá seguem com um curso de formação de condutores em ecoturismo para comunitários da região que já atuam como guias no Parque, o fortalecimento da divulgação de seus atrativos para a sociedade, a sinalização de seus mais de 80 quilômetros de trilhas e a conclusão de uma passarela de madeira para portadores de necessidades especiais. “E tudo isso deverá culminar com o aniversário de 20 anos do parque, em 29 de abril”, explicou Beatriz.

Sobre a data – O Dia Mundial das Áreas Úmidas é celebrado todos os anos em 2 de fevereiro para promover a sensibilização global para o valor dos ambientes alagados para a humanidade e o planeta. A data marca a assinatura da Convenção Mundial de Áreas Úmidas, em 1971, na cidade iraniana de Ramsar. A Convenção, que inclui 169 países, exige que cada país signatário defina ao menos uma área úmida em seu território para priorização dos esforços de conservação. Uma vez aprovada pelo corpo técnico, essas áreas passam a ser reconhecidas pelo título de Sítio Ramsar, ou seja, uma Área Úmida de Importância Internacional.

 

Atualmente, o Brasil possui 22 dessas áreas. Em 2017, o Parque Nacional do Viruá, localizado no centro sul de Roraima, foi designado um dos novos sítios Ramsar do país. Conhecido por sua enorme biodiversidade, o parque é recordista em número de espécies registradas de vertebrados (1.272), incluindo 500 espécies de peixes e 535 espécies de aves, além de mais de 1262 espécies de plantas identificadas.

Comunicação ICMBio
61 20289280

 AS FOTOS SÃO DO FOTOCLUBE RORAIMA
 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.