Governo do Amazonas cria Grupo de Trabalho para elaborar criação de novas Unidades de Conservação

O secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema) e presidente do Instituto de Proteção Ambiental (Ipaam), Marcelo Dutra, iniciou, nesta quarta-feira (20/112), a primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) para a criação de duas Unidades de Conservação (UCs) de preservação do Sauim-de-Coleira. O local em estudo é uma área de 15 mil metros, localizado entre os municípios de Rio Preto da Eva (a 74 quilômetros de Manaus) e Itacoatiara (a 265 quilômetros da capital). 

A proposta foi apresentada pelo secretário da Sema e pelo secretário de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente (MMA), José Pedro de Oliveira Costa, durante a 23ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP23), realizada em novembro, em Bonn, na Alemanha

O GT das UCs do Sauim é formado por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Amazonas (OAB-AM), Comando Militar da Amazônia (CMA), Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra), Suframa, Associação Amazonense dos Municípios (AAM), Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), Comissão do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Sociedade Zoológica do Brasil, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Campanha Salve o Sauim.

Calendário 2018 – Na primeira reunião ficou acertada a elaboração de um calendário de trabalho para 2018 com o mapeamento fundiário e o levantamento da viabilidade populacional de uma área de 15 mil metros localizada no eixo entre Rio Preto da Eva e o rio Urubu, em Itacoatiara. O local faz parte de um estudo realizado pelo pesquisador Luiz Coelho, que identificou a área como sendo de grande potencial ecológico para a preservação da espécie ameaçada de extinção.

Segundo o coordenador do GT das UCs e representante da Campanha Salve o Sauim, Maurício Noronha, atualmente existem 24 Unidades de Conservação da espécie no Amazonas e apenas cinco delas têm tamanho ideal para o trabalho de preservação do Sauim. “Os restantes são micro-áreas. A partir de agora, temos o compromisso de elaborar um plano de criação de dois novos corredores com dimensões ideais para garantir o Sauim vivo”, explicou.

Plano Nacional – Noronha disse que a GT das UCs também faz parte do Plano de Ação Nacional para a Conservação das Espécies Ameaçadas (PAN), que estabelece sete objetivos para a preservação do Sauim-de-Coleira, considerado criticamente ameaçado de extinção pela Portaria nº 444 do MMA. Durante o ano de 2018, o Grupo de Trabalho planeja realizar audiências públicas em Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara para discutir a criação das Unidades de Conservação.

FONTE: IPAAM

http://www.ipaam.am.gov.br/noticia.php?cod=1230

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.