RR – Comunidades de 4 municípios estão isoladas

Moradores de Pacaraima, Amajari, Uiramutã e Normandia enfrentam dificuldades para conseguir alimentos e atendimento médico.

Moradores de quatro municípios de Roraima continuam enfrentando dificuldades por conta das fortes chuvas e consequente cheia dos rios. Quem mora em Pacaraima, Amajari, Uiramutã e Normandia encontra dificuldades para ter acesso à alimentação, atendimento médico, colher a produção e muitos já deixaram suas residências.

O prefeito de Uiramutã, Manoel da Silva Araújo, o Dedel, disse que a situação do município é complicada nesse período. “Ontem pela manhã, a cabeceira da ponte do Rio Urucuri caiu, a ponte sobre o igarapé Salgado está submersa. O município de Uiramutã se encontra totalmente isolado. Falta alimento e as pessoas que precisam de auxílio médico em Boa Vista estão sem remoção. Devemos decretar estado de emergência nos próximos dias”, afirmou. “Vivemos um estado de precariedade. Pedimos a ajuda dos Governos Estadual e Federal para diminuirmos a situação de calamidade”, acrescentou.

Segundo o prefeito de Normandia, Vicente Brasil, o Gute, mais de 200 famílias de comunidades indígenas perderam suas casas e suas plantações, estão isoladas e sem alimentação. Um estudo está sendo concluído para que o município também decrete situação de emergência. “A situação é muito grave. São mais de duzentas famílias sem abrigo e ainda temos a questão da segurança alimentar. Apesar do apoio do Governo do Estado, é muito complicado resolver os problemas que vivemos no inverno deste ano”, comentou.

Conforme o Juliano Torquato, prefeito de Pacaraima, além do deslizamento de terra em um trecho da BR-174 norte, que dá acesso ao município, nove comunidades indígenas estão isoladas. “Estamos unindo forças com o Governo do Estado para solucionar, na medida do possível, todos os problemas causados pela cheia”, disse.

Em Amajari, segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, muitas estradas e vicinais foram destruídas pela chuva, pessoas perderam suas casas e plantações. A Prefeitura de Amajari auxiliou as famílias ajudando no alojamento em residências de familiares e doando cestas básicas. “A prefeita Vera Lúcia está buscando recurso para manter o trabalho de assistência, removendo as famílias de áreas de risco e doando alimentos. Porém, o recurso municipal está acabando e não se sabe até quando o inverno vai durar”, informou.

BONFIM – Apesar de não estarem isolados, moradores do município do Bonfim também enfrentam dificuldades. Durante a chuva da noite de quinta-feira, 20, as residências de algumas famílias ficaram alagadas e as pessoas foram removidas para locais mais seguros. A remoção foi feita pelo Corpo de Bombeiros atendendo a um pedido da Prefeitura de Bonfim. “O CBMRR informa que enviou uma equipe composta por três militares. A guarnição vai equipada com embarcação, motor de popa e todos os equipamentos necessários para retirar as famílias nas áreas atingidas pelas chuvas”, disse.

GOVERNO – O Corpo de Bombeiros Militar informou que está reforçando apoio às localidades atingidas pelas fortes chuvas. A Defesa Civil Estadual está monitorando as regiões para diminuir os riscos e amenizar consequências para as populações. “As pessoas já estão recebendo auxílio. As equipes estão fazendo vistorias, entregando doações e ajudando moradores de comunidades que estão isoladas pela cheia dos rios, mas todo empenho que tem sido dirigido à causa não resolve a situação que tem se agravado nos últimos dias”, citou. (E.S)

Trecho da BR-174 norte é interditado após deslizamento de terra

Um deslizamento de terra, identificado ontem pela manhã, interditou um trecho da BR-174, próximo ao município de Pacaraima, na região norte de Roraima, a aproximadamente 200 quilômetros de Boa vista.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada no início da manhã de ontem para controlar e isolar o trânsito na área afetada, no quilômetro 705, após o deslizamento que varreu metade da pista para quem trafega no sentido Pacaraima.

Os militares da 3ª Companhia do Batalhão de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros foram ao local para realizar a sinalização e o isolamento da pista, restringindo por completo a passagem de veículos por algum tempo.

Os encarregados pela manutenção da BR-174 estão no local e informaram, após vistoria, que havia a possibilidade de liberação do fluxo de veículos em meia pista.

A empresa responsável já está realizando a limpeza do acostamento para melhorar o tráfego dos veículos. Porém, conforme vistoria realizada pela própria empresa, se a chuva continuar, poderá haver o aumento da erosão do terreno e o posterior desmoronamento da rodovia.

A PRF recomendou atenção aos motoristas que trafegam pela estrada por conta do risco de acidentes e em razão das chuvas.

Bombeiros retiram famílias de área de risco em Bonfim

A Prefeitura de Bonfim, município fronteiriço com a Guiana, solicitou socorro ao Corpo de Bombeiros, na manhã desta sexta-feira, 21, para resgatar famílias que vivem na região e sofreram com a chuva recorrente desta madrugada, que alagou diversas casas.

A Assessoria de Comunicação do Governo de Roraima (Secom-RR) informou em nota que o Corpo de Bombeiros realizou a remoção das famílias para uma região segura.

“A guarnição foi ao local equipada com embarcação, motor de popa e demais equipamentos úteis para retirar as famílias atingidas nas áreas de risco por conta das chuvas”, destacou a nota.

Por Folha Web

FONTE: Jornal Folha de Boa Vista

VER MAIS EM:

http://www.folhabv.com.br/noticia/Comunidades-de-4-municipios-estao-isoladas/30597           

http://www.folhabv.com.br/noticia/Bombeiros-retiram-familias-de-area-de-risco-em-Bonfim/30577       

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.