Após localizar garimpo ilegal, Exército interdita interior de Terra Indígena Yanomami

Área fica localizada em TIY – Foto: Divulgação
Uma área da Terra Indígena Yanomami (TIY), localizada a 310 quilômetros de Boa Vista está sendo interditada pela 1ª Brigada de Infantaria de Selva. Ação é fruto da Operação Curare e ocorre devido à pratica do garimpo ilegal. 

Pela característica do local e informações do serviço de inteligência, a região foi abordada de surpresa, por meio de helicóptero e devido as condicionantes do terreno a tropa desembarcou saltando da aeronave, não sendo possível o pouso.

Na oportunidade, pela percepção do helicóptero no local, os cidadãos que trabalhavam no garimpo fugiram para o interior da selva e os que não estavam em flagrante de trabalho de garimpagem ilegal foram orientados a sair do interior da TIY. Estima-se um efetivo de 800 pessoas habitavam o local.

A tropa encontrou estrutura de área de garimpo ilegal com a presença de mini-mercados, casas improvisadas, comunicação via satélite e até salão de cabeleireiro. Toda estrutura foi destruída pela tropa da 1ª Brigada, bem como o material proveniente da garimpagem ilegal. 

Equipe do Exército permanece no local. Foto: Divulgação

Até o presente momento foram apreendidos: motores, “carotes” de 50 litros de combustível, “carotes” de 50 litros de diesel, telefone satelital, quadriciclo, motores de jateamento, arma de fogo, rádios de comunicação, balsas de garimpo, 17g de ouro, geradores de energia, gasolina e material entorpecente.

A estimativa é que até o momento o prejuízo aos donos do material do garimpo gira em torno de R$ 24.000.000.

A equipe do Exército permanece no local realizando vasculhamento da área em busca de mais material ilícito e de mais informações.

VER MAIS EM:

http://roraimaemtempo.com/

http://roraimaemtempo.com/apos-localizar-garimpo-ilegal-exercito-interdita-interior-de-terra-indigena/

   

blob:https://web.whatsapp.com/7bf0b027-9d99-4cc4-91e9-5821f81d29ef  

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.