Imprensa repercute retrocessos ambientais

A carta que o ministro de Clima e Meio Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen, enviou ao ministro do Meio Ambiente do Brasil, Sarney Filho, foi destaque na mídia nacional na segunda quinzena de junho.  

A carta de três páginas  demonstra a preocupação do governo norueguês com os possíveis retrocessos na política ambiental brasileira, como o aumento do desmatamento, a possibilidade de redução de unidades de conservação e a flexibilização no licenciamento ambiental.

A carta foi enviada às vésperas da visita do presidente Michel Temer à Noruega e causou constrangimentos.

A Noruega é o maior apoiador estrangeiro de projetos ambientais no Brasil. Durante a visita oficial, o governo norueguês anunciou um corte de quase R$ 200 milhões nas doações para o Fundo Amazônia.

Todos os veículos de repercussão nacional publicaram matérias e análises sobre o tema.

A imprensa também repercutiu a possibilidade do governo federal descontinuar o programa Bolsa Verde, maior programa de pagamentos por serviços ambientais do Brasil.

A ANDI – Comunicação e Direitos publicou carta das organizações da sociedade civil enviada ao presidente Temer pedindo a continuidade do programa.

O Ministério do Meio Ambiente nega o fim do programa, mas, procurado pela ANDI – Comunicação e Direitos, não informou o orçamento reservado para 2017 e 2018.

Extrativistas ouvidos pelo jornal O Estado de São Paulo afirmaram que alguns beneficiários já haviam sido informados por integrantes do governo que não havia recursos para pagar o benefício neste mês de julho. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.