Debate: Unidades de Conservação no Brasil: ameaças, retrocessos e o futuro do Snuc

A ANDI – Comunicação e Direitos realizou em São Paulo, na semana passada, o seminário “Unidades de Conservação do Brasil: Ameaças, retrocessos e o futuro do Snuc”. Em parceria com o WWF Brasil, o evento reuniu especialistas do WWF, Instituto Sociambiental (ISA), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Universidade de Brasília (UnB) para debater a ação do Estado na promoção do desmonte das unidades de conservação, os vetores que movem este desmonte e os riscos que a biodiversidade brasileira e os acordos internacionais assumidos pelo país correm com a possível redução destas UCs. 

O debate está disponível no link: https://www.youtube.com/watch?v=VVmLT1oXeKI

As unidades de conservação têm sido destaque na mídia desde que o Congresso Nacional tentou reduzir florestas nacionais no Pará por meio de medidas provisórias. O veto presidencial parcial da Medida Provisória 758 e integral da Media Provisória 756 também foi coberto com ênfase. No entanto, menos de um mês depois de vetar as MPs e perder dinheiro doado pela Noruega por conta do aumento do desmatamento, o presidente enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei para reduzir em 350 mil hectares a área da Floresta Nacional do Jamanxim.

Análise de Mídia

A ANDI realizou o monitoramento da cobertura midiática sobre as relações entre o Brasil e a Noruega no que se refere à carta enviada pelo governo norueguês ao Brasil destacando a preocupação da Noruega com os retrocessos ambientais, como o aumento do desmatamento, a possibilidade do licenciamento ambiental ser flexibilizado, ao (o) aumento na (da) violência no campo por questões de terra e a viagem do governo brasileiro à Noruega, cinco dias depois de receber a carta. Durante a visita, a Noruega, maior financiador estrangeiro de projetos ambientais brasileiros, anunciou corte no Fundo Amazônia. A análise abrangeu o intervalo de uma semana, entre os dias 19 e 25 de junho de 2017. O monitoramento analisou 55 matérias, de 43 jornais impressos, regionais e nacionais. Vale ressaltar que o universo analisado foi apenas o de jornais impressos. Durante o período o total de matérias foi de 148 entre os jornais on-lines e impressos.

Link para a análise: http://midiaeamazonia.andi.org.br/analise-de-midia/relacao-brasil-x-noruega     

FONTE: ANDI

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.