AC – Oficina discute alternativas para regularização ambiental

Pesquisadores, técnicos, produtores rurais e estudantes do Instituto Federal do Acre (Ifac) participaram da oficina Intercâmbio e Restauração Florestal para discutir aspectos legais do Código Florestal e do programa de regularização ambiental. O evento foi realizado no campus do Ifac entre os dias 28 e 29 de junho, em Xapuri e abordou também alternativas de reflorestamento como consórcios agroflorestais, agroflorestas e sistemas silvipastoris.

Durante a oficina, o pesquisador da Embrapa Acre, Tadário Kamel de Oliveira, ministrou palestra sobre as etapas de estabelecimento de sistemas agroflorestais, como forma de recomposição da vegetação em áreas anteriormente ocupadas por pasto ou roçado. Kamel destacou as soluções tecnológicas desenvolvidas e resultados de análises financeiras.  “O sistema agroflorestal é uma alternativa para produtores sanarem um passivo ambiental, que pode gerar produção e renda. Além disso, é uma forma de reflorestamento de áreas desmatadas e recomposição de mata ciliar, demandas exigidas pelo Código Florestal Brasileiro”, comenta. 

De acordo com o pesquisador, a escolha das espécies utilizadas na implantação de SAFs depende do tipo de composição. Seringueira, açaí e castanheira são as espécies nativas mais utilizadas. “Frutíferas e culturas anuais podem ser incluídas nos primeiros anos de implantação ou até que ocorra o fechamento das copas das árvores. Essa possibilidade tem atraído produtores a implantar cada vez mais esse tipo de sistema, uma vez que concilia conservação da biodiversidade, produção agrícola sustentável e geração de renda para agricultores familiares.” explica .

A programação do evento contou também com palestrantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) e WWF/AC, além de visita a propriedades de produtores agroecológicos do Projeto de Assentamento Humaitá em Porto Acre e Parque Zoobotânico da Universidade Federal do Acre.

Bem Diverso

A oficina foi uma realização do  WWF/AC e Governo do Estado do Acre, e faz parte das atividades do Projeto Bem Diverso.  Teve apoio do Instituto Federal de Educação (Ifac), Prefeitura de Xapuri, Embrapa, Universidade Federal do Acre (Ufac) e Cooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre (Cooperacre).  

O Projeto Bem Diverso, fruto de uma parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), desenvolve ações nos diferentes biomas do País e tem como principal objetivo conservar a biodiversidade brasileira e gerar renda para comunidades tradicionais e agricultores familiares.

 

Mauricilia Silva (Mtb 429/AC)
Embrapa Acre

Telefone: (68) 3212-3225

 

Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.