Mineração na Amazônia é destaque na mídia

A imprensa destacou a suspensão da licença da mineradora canadense Belo Sun no Pará. O juiz Álvaro José de Souza, da Vara Agrária de Altamira, determinou a suspensão de instalação do Projeto Volta Grande, enquanto não houver a retirada regular das famílias moradoras da área onde está prevista a instalação da mineradora.  

Matéria do O Estado de S.Paulo destaca que o projeto da empresa canadense vai produzir um volume de rejeitos maior que o que vazou no rompimento da barragem de Fundão, em Mariana. Na ocasião, o vazamento registrado foi de 32 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro.

O jornal Valor Econômico destacou também neste período a pressão dos parlamentares do Amazonas para a redução das unidades de conservação no Sul do estado com o objetivo de explorar economicamente a área. Entre as atividades, a mineração se destaca.

Mais de 80 cientistas do IPCC (sigla em inglês do Painel Intergovernamental em Mudanças Climáticas) estão no Brasil para produzir um relatório especial sobre os efeitos do aumento de 1,5°C acima dos níveis pré-industriais na temperatura global até 2100.

Em 2015, durante a Conferência de Clima em Paris, os países se comprometeram a manter o aumento da temperatura média global em até 2°C. A cobertura da mídia, no entanto, tem sido pequena diante da importância da reunião. 

FONTE: http://midiaeamazonia.andi.org.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.