Inacreditável! FUNAI isola mais de 240 mil hectares para dois índios

Terra possui 242.500 hectares e é ocupada pelos índios Tyku e Mondé-i, supostamente os dois últimos membros da tribo da etnia Piripkura, considerada em extinção.  

fonte: FUNAI

O acesso de não índios à Terra Indígena Piripkura, localizada nos municípios de Colniza e  Rondolândia, a 1.065 e 1.600 km de Cuiabá, onde vivem dois indígenas, continua proibido. A Fundação Nacional do Índio (Funai) publicou no Diário Oficial da União, que circula nesta terça-feira (14), uma portaria prorrogando por mais 18 meses o prazo de restrição de entrada, trânsito e permanência de pessoas estranhas na área. As informações são do G1

A terra indígena possui 242.500 hectares e é ocupada pelos índios Tyku e Mondé-i, supostamente os dois últimos membros da tribo da etnia Piripkura, considerada em extinção. Não existe política indígena como a brasileira em nenhuma outra parte do Universo conhecido.  

fonte: FUNAI

Segundo a Funai, a proibição da entrada de pessoas à área foi mantida com o objetivo de dar continuidade aos estudos de localização e monitoramento da referência de índios isolados, além de proteger os índios de doenças. A portaria baixada em 2008 já foi prorrogada várias vezes. 

Na prática, áreas como estas acabam controladas por ONG’s com ramificações internacionais, transformando áreas imensas do território brasileiro em propriedade estrangeira.

 FONTE: 

http://www.sulconnection.com.br/noticias/4450/inacreditvel-funai-isola-mais-de-240-mil-hectares-para-dois-ndios   

VER MAIS EM:

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2017/02/funai-proibe-acesso-terra-indigena-onde-2-indios-vivem-isolados-em-mt.html  

http://amazonia.org.br/2017/02/funai-proibe-acesso-a-terra-indigena-onde-2-indios-vivem-isolados/    

http://racismoambiental.net.br/2017/02/14/funai-proibe-acesso-a-terra-indigena-piripkura-onde-2-indios-vivem-isolados-em-mt/ 

http://www.funai.gov.br/terra_indigena_2/mapa/index.php?cod_ti=66901  

NOTA

A equipe do ECOAMAZÔNIA esclarece que o conteúdo e as opiniões expressas nos artigos são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião deste ‘site”.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.