Mudanças climáticas

O governo brasileiro deve manter sua determinação em participar do esforço mundial no combate às mudanças climáticas, que a cada dia deixam os cientistas mais preocupados com o futuro do planeta. 

O ano que acabou assistiu, praticamente ao mesmo tempo, à ratificação do Acordo de Paris – 197 países signatários se comprometeram a limitar a 2ºC o crescimento do aquecimento global até 2110, e se possível reduzir essa meta para 1,5ºC – e a eleição de Donald Trump para presidente dos Estados Unidos, que em sua campanha eleitoral deixou claro que não pretende diminuir a dependência de seu país dos combustíveis fósseis, fonte maior na liberação de gases do efeito estufa, e que cancelaria a assinatura dos EUA nos acordos do clima.

O desafio que se coloca para a comunidade internacional é se a humanidade caminhará para uma economia verde, com o enfrentamento sistemático às fontes poluidoras, em todos os seus níveis, ou se escolherá continuar na trilha de uma economia predatória, sem qualquer preocupação com a sustentabilidade do planeta.
Neste contexto, o Brasil tem relevante papel, por ser um dos maiores emissores de gases do efeito estufa- os esforços terão que se concentrar na agropecuária, responsável por 69% das emissões no país – e por ter em seu território a maior floresta tropical do mundo, a Amazônia.

Diário de Pernambuco | PE | Opinião | Página 002

Leia a notícia completa aqui.  

 

http://midiaeamazonia.andi.org.br/clipping/mudancas-climaticas-1   

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.