Grupo de Estudos Estratégicos Amazônicos – GEEA

O Grupo de Estudos Estratégicos Amazônicos (GEEA)realizou hoje sua 44ª reunião, tratando de Razão e Espiritualidade. O tema foi apresentado pelo filósofo, bacharel em Direito e Padre Francisco Paulo Pinto.

A matéria elaborada pela ASCOM e publicada na página do INPA aponta com clareza os pontos mais relevantes da apresentação. Destaco, no entanto, uma questão fundamental e que foi amplamente debatida. Trata-se da relação entre Razão e Espiritualidade, exatamente ponto-chave contido no título. Título propositalmente provocativo!

Ficou destacado no debate que Razão e Espiritualidade não são elementos distintos e muito menos antagônicos. Na verdade, ambos formam o núcleo ou a essência do ser humano. Aliás, são exatamente esses os elementos que caracterizam o Homo sapiens. Sapiens, no sentido de sapiente, aquele que é capaz de reconhecer e aglutinar suas próprias capacidades cognitivas e fazer delas um trampolim evolutivo em direção ao futuro, mantendo a coerência no presente e a memória do passado.

De acordo com esse postulado, fica evidente que Razão e Espiritualidade são como faces de uma mesma moeda. Ou seja, a Razão é a base da autêntica Espiritualidade. Espiritualidade é o fomento da razão e fonte de significação para a vida humana. Assim sendo, Espiritualidade sem racionalidade é simplesmente fé em dogmas, algumas vezes levada ao fundamentalismo extremo e intolerante. Por outro lado, a razão sem o senso da espiritualidade é uma percepção vesga, isto é, só enxerga a materialidade.

Ainda de acordo com esse postulado, o ser humano e a vida em geral encerram um universo metafísico que escapa aos conceitos, métodos e instrumentos científicos. Por outro lado, o homem é o único ser capaz de produzir ciência. Assim, é óbvio que o homem é um ser ambivalente e integral. Ele precisa encontrar o equilíbrio entre as forças materiais, psicológicas e espirituais que o constituem e dominam. Caso contrário, o significado da vida é perdido ou ele mesmo se perde.

Esse, como todos os debates do GEEA, primou pela camaradagem intelectual, ou seja, pela liberdade de expressão e respeito às diversas concepções, pontos de vista ou visões de mundo. A reunião de hoje contou com pessoas notáveis e queridas e teve um significado especial por ser a última desse ano. Assim, além de um encontro, foi também uma despedida para o próximo ano. Então, até lá! Com a força da Razão e da Espiritualidade que nos anima. 

LANÇAMENTO DE OBRA

Foi lançado hoje, na 44ª reunião, o Tomo IX do Caderno de Debates do GEEA e que trata de três temas sumamente importantes, todos abordados por eminentes conhecedores do assunto: Soberania da Amazônia (apresentação do General Theophilo; Ética & Cidadania (apresentação do Arcebispo Dom Sérgio Castriani) e Violência urbana (apresentação da Dra. Mária Cecília Minayo). A obra, em formato eletrônico, está disponibilizada na página do INPA (publicações). Esperamos que seja útil e lida com o mesmo entusiasmo com que foi feita.

FONTE: GEEA

VER MAIS EM http://portal.inpa.gov.br/index.php/ultimas-noticias

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.