Suiá Missú – Governo de MT quer pedágio em terra indígena

As discussões sobre a pavimentação de uma estrada federal que passa no meio de uma terra indígena de Mato Grosso deixaram de ser pautadas apenas pelos impactos que essa obra pode trazer ao modo de vida e aos hábitos dos índios xavantes que habitam a região. A mesa de discussão agora inclui dinheiro vivo. 

Continuar lendo Suiá Missú – Governo de MT quer pedágio em terra indígena

Demarcação Já: indígenas Munduruku protestam pela garantia e proteção de seu território

Na manhã desta terça-feira, dia 29, lideranças do povo Munduruku realizaram um protesto em frente ao Palácio da Justiça, em Brasília, pedindo a demarcação da Terra Indígena Sawré Muybu, no rio Tapajós, no Pará. A ação contou com a participação de mais de 80 indígenas e com o apoio do Greenpeace Brasil e do Conselho Indigenista Missionário (Cimi). 

Continuar lendo Demarcação Já: indígenas Munduruku protestam pela garantia e proteção de seu território

Desmatamento na Amazônia dispara neste ano e chega a quase 8 mil km²

O desmatamento na Amazônia disparou no último ano, chegando a 7.989 km², o equivalente a mais de cinco vezes a área do município de São Paulo. É o mais alto valor desde 2008, ano em que o combate ao problema se tornou mais efetivo e as taxas anuais de perda da floresta começaram, gradualmente, a cair. E é a primeira vez desde 2010 que a destruição do bioma supera a marca dos 7 mil km². 

Continuar lendo Desmatamento na Amazônia dispara neste ano e chega a quase 8 mil km²

MPF/MT e prefeitura de Barra do Garças assinam TAC para melhoria da educação em Terra Indígena Xavante

O Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT) e a prefeitura de Barra do Garças assinaram, na última sexta-feira, 25 de novembro, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o objetivo de melhorar a situação da educação pública na Terra Indígena (TI) São Marcos, da etnia Xavante. 

Continuar lendo MPF/MT e prefeitura de Barra do Garças assinam TAC para melhoria da educação em Terra Indígena Xavante

Suiá Missú – Estrada em terra indígena é única rota para escoar safra no nordeste de MT

Ignorada pelo governo federal em seus pacotes de concessão rodoviária, a BR-158 é hoje a única rota de escoamento de grãos da região nordeste de Mato Grosso, área de maior crescimento do agronegócio no Estado. Apesar da relevância logística, a estrada aberta há mais de 30 anos ainda está em leito natural, repleta de atoleiros e pontes de ferro apodrecidas. Regularmente, registram-se casos de quedas de caminhões de carga e mortes de motoristas. 

Continuar lendo Suiá Missú – Estrada em terra indígena é única rota para escoar safra no nordeste de MT

Garimpo ilegal de ouro leva milhares a reserva ambiental no Amazonas

Avesso à vida urbana, o agricultor Arildo Ari Mar, 72, nunca quis seguir os irmãos e trocar a comunidade Santa Rosa por Manaus, a cerca de 500 km de viagem de barco. Há um mês, porém, ele viu uma cidade de garimpeiros surgir sobre o trecho do rio Madeira diante da sua casa.

Continuar lendo Garimpo ilegal de ouro leva milhares a reserva ambiental no Amazonas

Suiá Missú – Plano de Gestão Territorial e Ambiental de Marãiwatsédé é apresentado no Museu do Índio (RJ)

Cerca de trinta indígenas do povo Xavante apresentaram, na última quinta-feira (24), o Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) da Terra Indígena Marãiwatsédé, localizada no estado do Mato Grosso. O evento foi realizado no Museu do Índio, Rio de Janeiro, e também contou com a participação de representantes da Funai, Opan e de convidados de organizações parceiras. 

Continuar lendo Suiá Missú – Plano de Gestão Territorial e Ambiental de Marãiwatsédé é apresentado no Museu do Índio (RJ)

Reconocen que servidumbres petroleras se encuentran sobre territorios indígenas

loreto

El Gobierno Regional de Loreto (GOREL) reconoció de mane expresa que servidumbres petroleras de los Lotes 8 y 192 se encuentran sobre territorios ancestrales de comunidades nativas pendientes de titulación.

Fuente de la imagen: IDL
Fuente de la imagen: IDL

La importancia de este reconocimiento es que confirma que el Estado peruano ha venido usurpando u disponiendo de territorios indígenas de forma inconstitucional e inconsulta.

Continuar lendo Reconocen que servidumbres petroleras se encuentran sobre territorios indígenas

A Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós: 20 – As leis de suspensão de segurança

Uma barreira final é a legislação sobre suspensão de segurança mencionada anteriormente. Estas leis servem como uma espécie de “rede de segurança” para desenvolvedores de barragens e outros projetos, permitindo que os tribunais deixem os projetos procederem até a conclusão independente de quantas leis, garantias constitucionais ou acordos internacionais sejam violados, uma vez que o único critério necessário é que o projeto seja importante para a “economia pública”, como é o caso com todas as hidrelétricas (ver [1]).

Continuar lendo A Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós: 20 – As leis de suspensão de segurança

Abertas as inscrições para o Programa de Extensão Segurança e Defesa na Fronteira Amazônica Brasileira

O Centro de Ciências Humanas da Universidade Federal de Roraima (CCH/UFRR) divulga o Programa de Extensão Segurança e Defesa na Fronteira Amazônica Brasileira que ocorrerá de 28 de novembro a 1º de dezembro, no auditório do CCH, campus Paricarana.

O palestrante será o professor doutor Tássio Franchi (ECEME), que irá ministrar a palestra “Os Estudos de Segurança e Defesa na Amazônia: Desafios e Possibilidades” e o minicurso de extensão “A Amazônia no Contexto de Defesa Hemisférico”. Acesse as inscrições e a programação aqui. 

Continuar lendo Abertas as inscrições para o Programa de Extensão Segurança e Defesa na Fronteira Amazônica Brasileira

Situação dos povos indígenas no Brasil: disponível íntegra da audiência pública que debateu recomendações da ONU

Crédito: Antônio Augusto/ Secom/PGR
Crédito: Antônio Augusto/ Secom/PGR

Está disponível a íntegra da audiência pública “Situação dos povos indígenas no Brasil: recomendações da ONU”. Durante cerca de nove horas, mais de 400 indígenas de várias regiões do Brasil, entidades e instituições se reuniram no auditório da Procuradoria-Geral da República, em Brasília, para debater e encontrar formas de cumprir as recomendações da relatora especial sobre os Direitos dos Povos Indígenas da ONU, Victoria Tauli-Corpuz. 

Continuar lendo Situação dos povos indígenas no Brasil: disponível íntegra da audiência pública que debateu recomendações da ONU

MMA – Ministério discute combate ao desmatamento

Floresta Amazônica: novas diretrizes - Arquivo MMA
Floresta Amazônica: novas diretrizes – Arquivo MMA

A necessidade de novas ações, além do comando e controle para enfrentar o desmatamento na Amazônia e no Cerrado marcou hoje o seminário Insumos para o Eixo de Instrumentos Econômicos e Normativos dos planos de combate ao desmatamento da Amazônia (PPCDAm) e do Cerrado (PPCerrado), promovido pelo Ministério do Meio Ambiente, na sede do IPEA, em Brasília.

Continuar lendo MMA – Ministério discute combate ao desmatamento

Seminário apresenta resultados de pesquisa florestal no Amapá e Guiana Francesa

Os resultados do projeto Guiamaflor, desenvolvido no período de 2014 a 2016 no Amapá e na Guiana Francesa por meio de um programa de cooperação científica entre o Brasil e França, são apresentados durante um seminário na Embrapa Amapá, em Macapá (AP), nesta quarta-feira, 23/11. Voltada para acompanhamento dos impactos da exploração econômicas em áreas florestais, a pesquisa é de âmbito regional e tem como objetivo compreender a participação dos fatores ambientais na dinâmica pós-exploração de florestas que sofreram diferentes intensidades de exploração madeireira e identificar a contribuição das intensidades de exploração no funcionamento destas florestas. O projeto é baseado na análise de dados de monitoramento da dinâmica florestal pós-exploração adquiridos em quatro sistemas de manejo florestal sustentáveis de três regiões da Amazônia (Guiana Francesa, Amapá e Amazonas). 

Continuar lendo Seminário apresenta resultados de pesquisa florestal no Amapá e Guiana Francesa

Banco Mundial quer conhecer pesquisas da Embrapa para redução de GEE

O pesquisador Robert Boddey faz esta semana uma série de palestras nos Estados Unidos onde apresentará os resultados das pesquisas da Embrapa para redução das emissões de gases de efeito estufa na agropecuária brasileira. Entre as apresentações, Boddey falará para especialistas da Climate Smart Agriculture, na sede do Banco Mundial, em Washington, D.C. “Vou apresentar o que a Embrapa vem fazendo e explicar que as emissões diminuíram bastante desde 2004 e que isto é resultado das pesquisas e do enorme esforço do Governo brasileiro de diminuir a desmatamento na Amazônia e outras áreas”, adiantou Boddey.  

Continuar lendo Banco Mundial quer conhecer pesquisas da Embrapa para redução de GEE

Pesquisa derruba mitos sobre polinização da castanheira

Muitas pessoas acreditam que a castanheira-do-brasil (Bertholletia excelsa, Lecythidaceae), uma das árvores mais exuberantes da Amazônia e de grande importância econômica para pessoas que vivem do extrativismo, depende de um único tipo de abelha para polinizar suas flores. Essa crença levava à hipótese de que, quando a árvore está isolada na pastagem, não produz frutos porque essa abelha não tem como chegar até a copa da castanheira. Isso porque acredita-se que o inseto depende das outras árvores da floresta para chegar até a copa da castanheira, que geralmente está a mais de 40 metros de altura. No entanto, pesquisas recentes derrubam essa crença. Cientistas descobriram que existem mais de 25 espécies de abelhas nativas de médio a grande porte responsáveis por levar o pólen entre as árvores de castanheira. Além disso, os estudos mostram que as abelhas têm capacidade de voar até a copa das castanheiras isoladas em pastagens.  

Continuar lendo Pesquisa derruba mitos sobre polinização da castanheira

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com