Anistia Internacional aponta desrespeito a povos tradicionais

Os direitos dos povos indígenas e de moradores de comunidades rurais e quilombolas continuam sendo desrespeitados. É o que aponta o relatório “O Estado de Direitos Humanos no Mundo”, da Anistia Internacional.

  
O documento faz um balanço das principais violações e ameaças aos direitos em 160 países e territórios. Como exemplos de retrocessos no Brasil, o relatório destaca a PEC 215, que transfere para o Poder Legislativo a responsabilidade por demarcar terras indígenas.  

 
Ouça também:
 
Liderança indígena cobra articulação do governo contra a PEC 215
 
O relatório aponta, também, a violência no campo e relata casos de líderes de comunidades rurais que são ameaçados e atacados por proprietários de terras, principalmente no Norte e Nordeste do país.
 
No texto, dois exemplos são citados: o de Vilhena, no estado de Rondônia, onde cinco pessoas foram mortas em conflitos por terras; e o caso de Raimundo Santos Rodrigues, morto a tiros na cidade de Bom Jardim, no Maranhão. Ele participava do Conselho de Reserva Biológica de Gurupi e fez denúncias e campanhas contra a exploração ilegal de madeira e o desmatamento na Amazônia.
 
Para a assessora de Direitos Humanos da Anistia Internacional, Renata Neder, as autoridades brasileiras falham na garantia de proteção aos direitos humanos.
 
“Além de falhar na garantia da proteção desses defensores e lideranças rurais, o Estado também está falhando em olhar para as causas estruturais desse conflito”, destacou.
 
O relatório critica, ainda, a superlotação das prisões brasileiras. A Penitenciária de Pedrinhas, no estado do Maranhão, foi citada como exemplo.
 
Também são destaques do Jornal da Amazônia 1ª Edição desta quarta-feira (24):
 
– Aprovado o Plano de Manejo da Floresta Nacional de Tefé, no Amazonas.
– Governo anuncia ajuda para municípios afetados pela seca no Amazonas.
 
O Jornal da Amazônia 1ª Edição vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, na Rádio Nacional da Amazônia, uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

FONTE:  EBC

http://radios.ebc.com.br/jornal-da-amazonia-1a-edicao/edicao/2016-02/relatorio-da-anistia-internacional-aponta-desrespeito 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.