MPF/RR quer o afastamento imediato do coordenador de Saúde Indígena do Dsei-Leste

O Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR) ingressou com ação civil pública pedindo, em caráter liminar, o afastamento do atual coordenador distrital de Saúde Indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena – Leste de Roraima (Dsei-Leste), além da realização de imediata consulta prévia aos indígenas para a escolha de seu sucessor.   

Conforme a ação, em 29 de dezembro de 2015 foi publicada portaria efetivando a nomeação de Joseilson Câmara Silva para exercer o cargo de coordenador distrital do Dsei, da Secretaria Especial de Saúde Indígena. Os povos indígenas alegam que a decisão de nomeação foi realizada de forma “estritamente política e sem consulta prévia”.

A partir das informações fornecidas pelos indígenas, o MPF/RR instaurou Procedimento Preparatório para apurar o caso. O ministro da Saúde e o secretário Especial de Saúde Indígena participaram de reunião, em Brasília, para tratar da nomeação do coordenador do Dsei. Além disso, foram oficiados para prestarem informações concretas a respeito do tema. Entretanto, as respostas foram evasivas e não responderam satisfatoriamente aos questionamentos levantados.

Em audiência realizada na última segunda-feira, 2 de fevereiro, na 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado, com a presença de um membro do MPF/RR, a União novamente não demonstrou sinalização de possibilidade de acordo com relação ao impasse, não havendo expectativa de conseguir solução administrativa para o caso.

“Desta forma, frustrada a tentativa de solução extrajudicial do problema criado pelo próprio Estado, alternativa não resta senão a propositura da presente ação, para que seja assegurado o direito de consulta previsto na Convenção nº 169/OIT e na Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas”, destaca o procurador da República que assina a ação, Miguel de Almeida.

Em caráter liminar, o MPF/RR requer o afastamento do atual coordenador distrital de Saúde Indígena do Dsei-Leste e a realização de consulta prévia aos indígenas, mediante procedimento apropriado, sob pena de multa diária no valor de R$ 10 mil por dia de atraso.

 

Veja aqui a íntegra da Ação Civil Pública

http://www.mpf.mp.br/rr/sala-de-imprensa/noticias-rr/mpf-rr-quer-o-afastamento-imediato-do-coordenador-de-saude-indigena-do-dsei-leste

 

Assessoria de Comunicação Social
Procuradoria da República em Roraima
E-mail: prrr-ascom@mpf.mp.br
Tel.: (95) 3198-2000
Siga-nos no Twitter: @MPF_RR
Facebook: /ministeriopublicofederalemroraima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.