Amazonas tem aumento de 761% no número de focos de incêndios e queimadas

A Defesa Civil do Estado apresentará prognóstico da estiagem e das queimadas e anunciará os municípios em Situação de Emergência e Alerta e as medidas que serão adotadas para minimizar os desastres. 

Um total de 844 focos de incêndios e queimadas foi registrado no Amazonas, entre 1º de janeiro e 10 de fevereiro deste ano, aumento de 761% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 98 sinistros, segundo o Sistema de Monitoramento de Queimadas por Satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O mês de janeiro deste ano fechou com a maior taxa de focos de incêndios e queimadas – 770 – para o período desde 1998, início da série histórica do monitoramento feito pelo Inpe. Fevereiro já conta com 74 sinistros, sendo que, durante o mesmo mês em 2015, foram 107 ao todo.

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), até a próxima sexta-feira (12), a previsão do tempo para Manaus indica nebulosidade variável com pequena chance (inferior a 30%) de pancada de chuva. No sábado, deve haver variação de nebulosidade – períodos curtos de sol intercalados com períodos de nuvens, e no domingo, sol entre poucas nuvens.

Nessa quinta-feira (11), a Defesa Civil do Amazonas vai apresentar um prognóstico da estiagem e das queimadas no Estado. Na ocasião o secretário do órgão, coronel Fernando Pires júnior, fará o anúncio dos municípios que já estão em Situação de Emergência e Alerta, e ainda sobre as medidas que serão adotadas para minimizar os desastres.

Por: Silane Souza
Fonte: A Crítica

VER MAIS EM: http://amazonia.org.br/2016/02/amazonas-tem-aumento-de-761-no-numero-de-focos-de-incendios-e-queimadas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.