RR – Governo do Estado e Ibama se unem para prevenção e combate aos incêndios florestais

Tendo em vista as previsões de um verão rigoroso e a quantidade de chuvas abaixo da média, situação provocada pelo fenômeno El Niño, Roraima já antecipa as ações para evitar os efeitos que esse cenário climático pode provocar nos próximos meses. Nesse sentido, foi iniciada nesta quarta-feira, dia 15, uma operação de prevenção e combate aos incêndios florestais, por meio de ação integrada entre a Defesa Civil do Estado e o PrevFogo (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais), do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis).  

A partir desse início oficial, que ocorreu com a reunião entre os profissionais envolvidos, no auditório do Corpo de Bombeiros, as equipes já se dirigiram aos locais de atuação pelos próximos meses, com a divisão em grupos e distribuídos em três bases: duas em Iracema, nos projetos de assentamento Repartimento e Ajarani, e outra na Vila Nova Esperança, em Mucajaí. Serão atendidas áreas de produção rural e áreas de preservação federal, como os projetos de assentamento e as áreas indígenas, especificamente a Reserva Yanomami. “Ocorrendo incêndios nas áreas de produção, podem atingir áreas federais, então eles irão atuar antes que isso ocorra. E se o incêndio ocorrer dentro da reserva, também poderão atuar”, explicou o secretário-executivo da Defesa Civil de Roraima, coronel Cleudiomar Ferreira.

Ele explicou que em razão das condições climáticas que o estado enfrenta, as ações preventivas aos incêndios florestais, que normalmente têm início nos meses de janeiro e fevereiro, foram antecipadas, para evitar que o problema se potencialize. “Inicialmente, serão envolvidos 54 profissionais do Corpo de Bombeiros e 30 brigadistas contratados pelo PrevFogo”, pontuou o coronel.

Esses brigadistas, segundo o secretário-executivo, foram capacitados pela Defesa Civil, com diferentes turmas formadas desde o início do ano. E cada instituição terá papel definido: “A Defesa Civil define o local de instalação das bases, além do apoio logístico, com transporte, alimentação e motoristas. Cada viatura funciona com uma equipe de brigadistas, além de um comandante e o motorista do Corpo de Bombeiros”, ressalta o coronel, que também faz um alerta: “Não é um trabalho de fiscalização, o objetivo é prevenir incêndios florestais e combater o foco de incêndio antes que ocorra. Nenhum incêndio florestal sem autorização prévia do órgão ambiental será tolerado. Vamos combater o incêndio, mas os órgão ambientais poderão vir e autuá-los”.

O coordenador estadual do PrevFogo do Ibama, Joaquim Parimé Lima, explica que essa equipe de 30 brigadistas irá atuar nesses dois municípios, Iracema e Mucajaí, onde há histórico de muitos registros de incêndios florestais. “Em 1998, foram as principais áreas onde ocorreram esses incêndios, por isso faremos esse trabalho de prevenção e combate. É um trabalho conjunto para tentarmos potencializar uso de equipamentos, máquinas e os recursos empregados, além da gestão do conhecimento, fazendo uma somatória das potencialidades dessas instituições”, explicou.

VER MAIS EM:

http://www.boavistaagora.com.br/governo-do-estado-e-ibama-se-unem-para-prevencao-e-combate-aos-incendios-florestais/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*