MT – Jovens desaparecem e índios são suspeitos em Juína

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de 2 homens de 24 e 27 anos, supostamente mortos por índios da etnia Enawenê-Nawê, ao furarem bloqueio de pedágio, em um trecho da BR-174, em Juína (735 km a noroeste de Cuiabá).   

Genes Moreira dos Santos, 24, e Marciano Cardoso Mendes, 27, são vendedores de roupas na cidade e teriam saído de suas casas, no bairro São José Operário, na manhã de quarta-feira (9), com destino a Rondônia (RO).

Familiares contaram que ambos tinham o costume de viajar para o estado para comprar roupas que seriam revendidas. Eles não são vistos há mais de 24 horas. A família procurou a polícia para denunciar o desaparecimento.

Segundo informações, os 2 teriam furado o bloqueio efetuado por índios, que cobram pedágio de veículos no trecho sentido Juína – Vilhena (RO), foram capturados, levados para a aldeia e mortos a tiros.

Outra suposição levantada, é que a dupla forneceria armas e munições a um grupo de índios, e devido a desentendimento foram assassinados.    

A Polícia Civil inicialmente alegou que o caso seria investigado pela Polícia Federal, devido a jurisdição no local, mas o órgão não deve atuar no caso.

O pedágio no local é cobrado a cerca de 3 anos, e há alguns meses, os índios bloquearam o trecho sobre a ponte do rio Juruena. Eles alegam que o dinheiro é usado para a saúde e alimentação. (Com informações TV Record Juína).

Izabel Barrizon, repórter do GD

 

VER MAIS EM: 

Jovens desaparecem e índios são suspeitos em Juína

– http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/3/og/1/materia/464104/t/jovens-desaparecem-e-indios-sao-suspeitos-em-juina

Índios entregam à polícia corpos de amigos que tinham sido sequestrados

– http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2015/12/indios-entregam-policia-corpos-de-amigos-que-tinham-sido-sequestrados.html

Site afirma que indígenas mataram jovens que furaram pedágio em Juína

– http://www.parecis.net/portal/noticias/regional/17620-site-afirma-que-indigenas-mataram-jovens-que-furaram-pedagio-em-juina.html

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*