Modelo de assistência técnica rural desenvolvido na Resex Tapajós-Arapiuns vai inspirar políticas públicas

Uma iniciativa de Assistência Técnica e Extensão Rural desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) na Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns, em Santarém (PA), mostra que é possível inovar na hora de apoiar as comunidades tradicionais da Amazônia em busca soluções para seu desenvolvimento.    

Desde 2014, o IPAM desenvolve em 22 comunidades da reserva um tipo de assistência técnica rural diferenciada, que procura estimular o potencial econômico dos extrativistas, sempre na lógica de trazer benefícios sociais aliados à conservação da floresta. São cerca de mil famílias de comunidades e povos tradicionais que vivem ao longo do rio Tapajós e que estão envolvidas em diversas atividades econômicas.

Entre as ações desenvolvidas pelo IPAM na Resex estão a fabricação de óleos de espécies nativas, aproveitamento de resíduos, produção de alimentos e enriquecimento nutricional, biojoias e móveis feitos de madeira reaproveitada da floresta. Um dos aspectos é o apoio preferencial às atividades com mulheres e jovens das comunidades.

A metodologia utilizada pelo IPAM na Resex Tapajós-Arapiuns será apresentada nesta quarta-feira, (2), às 14 horas, durante o Seminário Nacional de Boas Práticas de Ater,promovido pelo ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

O evento vai até o dia 3 de dezembro no Parlamundi, em Brasília, e reúne técnicos, estudiosos e comunidades rurais de todo o país.

Modelo

A experiência do IPAM com a assistência técnica rural na Amazônia está dando tão certo que ela passará a integrar um documento do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) que servirá de referência para outras comunidades da região amazônica.

A versão deste ano do caderno: Boas Práticas de Ater na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária trará ainda casos de sucesso selecionados em outras regiões do país. O documento integra o Plano de Inovação na Agricultura Familiar, executado pelo Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural, da Secretaria de Agricultura Familiar – SAF do MDA.

O objetivo é identificar, sistematizar e compartilhar referências inovadoras, com contribuição comprovada na ação de ATER e na implementação de políticas públicas, voltadas para o Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário. 

FONTE: IPAM 

http://ipam.org.br/modelo-de-assistencia-tecnica-rural-desenvolvido-na-resex-tapajos-arapiuns-vai-inspirar-politicas-publicas/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*