V MOSTRA ACADÊMICA Ciência e Sociedade: vocação, formação e desafios

No período de 11 a 13 de novembro de 2015 está sendo realizada a V MOSTRA ACADÊMICA:  Ciência e Sociedade: vocação, formação e desafios, da Universidade Estadual de Roraima (UERR), Campus de Rorainópolis.  

Como parte da programação foi realizada hoje  a Mesa redonda: Roraima em perspectiva: desafios ambientais presentes e futuros, sob a coordenação do DSc. Paulo Eduardo Barni.

A proposta dessa mesa redonda foi a de propiciar um debate de ideias sobre os principais temas relacionados à conservação, preservação e destruição dos recursos ambientais do Estado de Roraima, por fatores antrópicos e naturais. Muitos desses temas, elencados a seguir, são intimamente relacionados entre si e apresentam, frequentemente, sobreposições que dificultam o seu entendimento, mesmo entre profissionais da área ambiental. A partir da confrontação de ideias e de diferentes perspectivas, espera-se que no final do debate ou discussões possa emergir um quadro ambiental mais claro e desmistificado para o Estado de Roraima. Esse produto será usado como subsídio para a publicação de um artigo científico aproveitando quatro cenários futuros de desmatamento e emissões de GEE construídos para Roraima de 2011 a 2050.

O Presidente da Ecoamazônia, Prof. Jaime de Agostinho, foi um dos participantes da Mesa Redonda.

Programação:

Abertura   –   DSc. Paulo Eduardo Barni

O ZEE de Roraima e a questão fundiária no Estado  –  DSc. Jaime de Agostinho (UFRR)

Degradação das pastagens e alternativas de uso da terra no Estado  –  DSc. Plinio (Agronomia/UERR)

Ciclos de migração em Roraima: questões socioeconômicas e socioambientais  ~ DSc. Claudio (Sociologia/UERR)

Causas e consequências do desmatamento, queimadas e incêndios florestais em Roraima  –  DSc. Haron Xaud (EMBRAPA)

Qual o papel e o estado de conservação das florestas dentro das Áreas Protegidas (TI e UC)?  –  MSc. Ciro Campos (ISA) 

Diversidade e status de conservação da savana (lavrado) de Roraima  –  DSc. Reinaldo I. Barbosa (INPA)   

 

FONTE :  Ecoamazônia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.