Funai e Polícia Militar Ambiental realizam ação de fiscalização na Terra Indígena Sete de Setembro e entorno

A ação de fiscalização realizada pela Funai e a Polícia Militar Ambiental de Rondônia foi empreendida nos dias 18 e 19 de agosto na Terra Indígena – TI Sete de Setembro, de usufruto exclusivo do Povo Indígena Suruí, localizada nos municípios de Cacoal, Espigão D’Oeste e Rondolândia, estado de Rondônia.    

O objetivo da ação foi coibir a extração ilegal de madeira no interior e entorno da TI. Foram apreendidos 210 metros cúbicos de madeira em tora oriunda da Terra Indígena, cinco caminhões e uma carregadeira. Foram conduzidas seis pessoas à Delegacia de Polícia Civil, incluindo o proprietário do local que funcionava como depósito da madeira ilegal. 

É recorrente a informação de que alguns caminhões que transportam madeiras das TIs já saem do território com as madeiras contendo etiquetas de planos de manejo florestais localizados no entorno das Terras Indígenas, comprovando a tese da prática do “esquentamento de madeira”, segundo a qual as empresas madeireiras utilizam o documento de origem florestal – DOF de planos de manejos autorizados no entorno das TIs para transportarem as madeiras irregulares, despistando possíveis ações de fiscalização. 

A Funai, por meio da Coordenação Regional de Cacoal/RO e com apoio da Coordenação Geral de Monitoramento Territorial (CGMT), vem articulando novas ações de fiscalização na região.

FONTE: FUNAI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.