FUNAI – Campanha Abril Indígena 2015

O lançamento oficial da campanha Abril Indígena 2015, realizado na última terça-feira (07), na sede da Funai, em Brasília, colocou em evidência o protagonismo indígena na preservação do meio ambiente.  Com o slogan “Um mês para homenagear aqueles que protegem o meio ambiente o ano inteiro”, a campanha destaca o importante papel dos povos indígenas na preservação ambiental e seu modo de vida tradicional, e lembra os efeitos da preservação na atenuação do aquecimento global e na crise hídrica pela qual o país atravessa.  

Convidado para compor a mesa juntamente com o presidente da Funai, Flávio Chiarelli, o líder indígena Davi Kopenawa, da Terra Indígena Yanomami, lembrou a importância da Funai e seu papel na proteção dos povos indígenas e de suas terras, e pediu o investimento de mais recursos da União na TI Yanomami, especialmente na fiscalização e no combate à principal ameaça ambiental da região, o garimpo ilegal. Outros trinta indígenas também participaram da cerimônia.  

Além de assistirem ao vídeo oficial da campanha, os servidores da Funai, presentes ao evento, também puderam se ver como principais personagens do vídeo promocional desta segunda edição do Abril Indígena, que no ano passado contou com a participação de atores famosos. Com o propósito de homenagear os servidores de todas as áreas da Funai, que, juntos, realizam a missão institucional do órgão indigenista, o vídeo mostra que “neste ano de 2015, os atores desta campanha somos todos nós”, como salientou Flávio Chiarelli.  

Em um gesto simbólico, o presidente e o lider indígena Yanomami literalmente arregaçaram as mangas e plantaram uma muda de urucum, planta usada pelos indígenas para ornamentação e proteção da pele, em um vaso que permanecerá no prédio atual até o plantio definivo da árvore na futura sede própria da Funai.  

Ao final do evento, os indígenas apresentaram danças típicas, que terminaram com servidores da Funai e indígenas dançando juntos. 

Povos indígenas e preservação ambiental  

No Brasil, existem 462 terras indígenas regularizadas, que representam cerca de 12,2% do território nacional. Localizadas em todos os biomas brasileiros, com concentração na Amazônia Legal, as terras indígenas abrigam grande parte da biodiversidade brasileira e são as áreas protegidas mais preservadas do país. 

A diversidade cultural e os conhecimentos tradicionais dos povos indígenas são fundamentais para a manutenção dessa biodiversidade, que também é resultado da atuação da Funai, por meio de ações de demarcação de terras indígenas, monitoramento territorial, fiscalização, prevenção de ilícitos, gestão territorial e ambiental, conservação e recuperação ambiental, diagnósticos e levantamentos etnoambientais participativos, proteção dos conhecimentos tradicionais indígenas associados à biodiversidade, fomento à produção sustentável, entre outras. 

Em um contexto de aquecimento global e mudanças climáticas, temos enfrentado, nos últimos anos, diversos desastres ambientais, como enchentes no Acre, secas prolongadas no sul do país e falta de água em São Paulo. As terras indígenas, como principais áreas preservadas, são de extrema importância na regulação climática e na manutenção dos recursos hídricos brasileiros. Sem a preservação dessas terras, os desastres ambientais poderiam agravar-se muito mais. Com a preservação, o Brasil terá um futuro melhor. 

Assista aos vídeos:  

1) Campanha Abril Indígena 2015  

2) Servidores da Funai são os atores da campanha Abril Indígena 2015  

Confira as postagens diárias em homenagem à diversidade:

 https://www.facebook.com/Funaioficial  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.