Pesquisadores se reúnem no Museu da Amazônia

O Museu da Amazônia realizou nos dias 17 e 18 de janeiro, em sua sede na Reserva Ducke, o workshop Sistemas Sensoriais na Amazônia com o objetivo de discutir os principais avanços da ciência na compreensão da visão dos animais e da arquitetura de um museu vivo na Floresta Amazônica.  

Os temas tratados durante o workshop foram: a visão de cores em diferentes espécies animais, a visão em peixes, a evolução do sistema visual de serpentes, genética e evolução da visão de cores em vertebrados, visão de cores de macacos prego, processamento cortical de informações sensoriais, o sistema eletrogênico e eletrossensório em peixes elétricos, as cigarras e suas chaminés, um robô vendo a floresta como os animais a veem e arquitetura, paisagismo e design na floresta: do olhar ao ver.

Participaram do encontro os pesquisadores Ennio Candotti, diretor do Museu, e Dora Fix Ventura, os dois são vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

Além dos pesquisadores Christina Joselevich, Einat Hauzman, Daniela Bonci e Alessandro Ventura da Universidade de São Paulo.

Participaram ainda os especialistas Raul Pereira, paisagista de São Paulo;  Silene Maria Araujo de Lima, Paulo Roney Kilpp Goulart e Cristovam G. Diniz da Universidade Federal do Pará; José Alves Gomes do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia; Kerstin E. Schmidt da Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Claude Béguin, Roberto Tavares Filho, George Suli, Regina Ferraz e Almir de Oliveira do Museu da Amazônia.

 (Museu da Amazônia)

http://www.jornaldaciencia.org.br/edicoes/?url=http://jcnoticias.jornaldaciencia.org.br/8-pesquisadores-se-reunem-museu-da-amazonia/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.