Deputado pede ação integrada para pôr fim a conflito entre índios e colonos no Pará

O vice-líder do PPS na Câmara, deputado Arnaldo Jordy (PA), em pronunciamento da tribuna, lamentou  o conflito entre colonos e indígenas,  em que seis pessoas  foram baleadas, inclusive uma criança de cinco anos. O fato aconteceu, nesta segunda-feira (01),   na região do Livramento (PA), onde índios da nação Tembé convivem com trabalhadores rurais em  um mesmo assentamento feito pela Funai e pelo Incra. 

De acordo com Jordy, são mais de 35 anos de um conflito que já resultarou em várias mortes dos dois lados. Ele pediu uma ação integrada do Estado,  a mediação inclusive do Ministério Público, para pôr fim a essa tragédia na região. 

“Esperamos que, mesmo sob pranto e lamento desta tragédia, uma solução possa ser encaminhada. Neste conflito, não há culpados: de um lado,  os indígenas tembés, que têm direito  histórico à terra; e de outro, os colonos, que foram atraídos para a região pelas políticas de assentamento rural e que hoje são vítimas desta situação”, definiu o parlamentar.

Arnaldo Jordy afirmou ainda ao plenário que há madeireiros, traficantes de drogas interessados no conflito. “Não podemos deixar que trabalhadores rurais e índios sejam vítimas da manipulação de gente inescrupulosa”, afirmou. 

Por: Nadja Rocha    

http://portal.pps.org.br/portal/showData/273454

Explode conflito étnico no Pará. Índios e não índios entram em confronto durante expurgo étnico. Cinco baleados.

http://www.questaoindigena.org/2014/12/urgene-explode-conflito-etnico-no-para.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: