Banco Mundial aprova empréstimo para beneficiar serviços básicos em comunidades vulneráveis do Acre

A Diretoria Executiva do Banco Mundial aprovou o empréstimo de 150 milhões de dólares do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) para o estado do Acre, com objetivo de beneficiar mais de 35 mil pessoas em situação de vulnerabilidade, incluindo indígenas e comunidades da floresta, com água, saneamento sustentável e melhorias dos serviços públicos básicos. 

A iniciativa consiste na expansão do financiamento do Programa de Inclusão Social e Desenvolvimento Econômico Sustentável do Acre (ProAcre), que até agora já favoreceu mais de 700 mil pessoas. Os municípios de Santa Rosa dos Purus, Marechal Thaumaturgo, Jordão e Porto Walter, na Floresta Amazônica, serão os maiores beneficiados.

As principais atividades do financiamento apoiarão a construção de instalações para tratamento e distribuição de água em comunidades isoladas, de rampas fluviais para melhorar o acesso a serviços públicos e de aterros sanitários sustentáveis. Além disso, estradas comunitárias serão pavimentadas e será adotada uma política de gestão integrada dos resíduos sólidos.

Desde os anos 2000, uma série de reformas para estimular o crescimento mais veloz e sustentável no Acre vem sendo promovida pelo governo. No entanto, o estado ainda enfrenta graves obstáculos de desenvolvimento, uma vez que o PIB estadual per capita ainda se mantém 60% abaixo da média nacional e os indicadores de pobreza são maiores do que no restante do país – 133 mil habitantes vivem com até 1 dólar por dia.

As ações do projeto serão adaptadas de acordo com as maiores necessidades de serviços de cada comunidade, através de um sistema participativo que leva em conta as diversas tradições culturais que coexistem no estado. Esta iniciativa tem duração de 25 anos, incluindo cinco anos de carência.

FONTE : ONU

http://www.onu.org.br/banco-mundial-aprova-emprestimo-para-beneficiar-servicos-basicos-em-comunidades-vulneraveis-do-acre/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*