Encerramento 8ª Reunião extraordinária da CNPI

A 8ª Reunião extraordinária da Comissão  Nacional de Política Indigenista – CNPI,  foi marcada pelo diálogo entre os  representantes indígenas, a Funai, os Ministros da Justiça, da Casa Civil, do  Meio Ambiente , do Gabinete de Segurança Institucional e demais representantes  do Governo Federal para discutir a política de demarcação de terras.  

Nesta sexta-feira (23), as lideranças  indígenas se reuniram pela manhã com a presidenta da Funai, Maria Augusta  Assirati e o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo para falar sobre a  proposta de uma estratégia de diálogos,   apresentada pelo ministro no encontro de quinta-feira. 

Para os indígenas este não é o momento para  se discutir a criação de um grupo de trabalho executivo, com a redução da  representativa da bancada. 

À tarde a Bancada Indígena da CNPI, APIB e  demais lideranças e organizações indígenas convidadas leram e entregaram a  presidenta da Funai  um documento com as  propostas que os indígenas consideram relevantes, dentre elas a necessidade de  se estabelecer prazos sobre a implementação dos direitos dos índios e o empenho  do governo para a rejeição das propostas apresentadas pelo Congresso Nacional,  como  a PEC 215 e a PLP 227, que segundo  eles, caso sejam aprovadas podem acabar com os direitos indígenas. 

O pedido de criação do Conselho Nacional de  Política Indigenista por Decreto Presidencial, seguindo a resolução da última  reunião da CNPI, como medida justa e necessária também foi citado no documento.  

Uma nova data para o próximo encontro já está  marcada e deve acontecer na primeira semana de setembro.

Íntegra da carta

FONTE  :  FUNAI  –  http://www.funai.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.