AM – PCE divulga lista de projetos aprovados para a edição 2013

A Fundação de Amparo a Pesquisa no Estado do Amazonas (Fapeam) divulga lista com projetos aprovados PCE 2013. Ao todo 337 projetos foram aceitos em todo o Amazonas, distribuídos entre as secretarias estadual (Seduc) , municipais de Manaus e Itacoatiara (Semed) e Fundação Amazonas Sustentável (Fas). 

Em comparação a edição anterior o número de projetos aceitos cresceu significativamente, foram 97 trabalhos a mais aceitos para esse ano de 2013. A principal razão para o aumento foi a qualidade dos projetos “para essa nova edição a Fapeam  se preocupou em preparar os professores para submissão das propostas, oferecendo oficinas de Elaboração de Projetos Científicos Escolares para todos os professores interessados da rede pública do estado” afirmou a professora Girlanne Brandão, responsável pela formação continuada no interior do estado.

Além do aumento no número de propostas aceitas, a inserção de novos municípios ao programa foi uma surpresa agradável a todos os envolvidos no processo. Ao todo 10 cidades onde o programa ciência na escola até então nunca tinha estado aprovaram trabalhos, mostrando a relevância do curso de Metodologia da Pesquisa Científica Aplicada a Educação Básica, que foi oferecido pela Fapeam a todo o estado do Amazonas.

Juntamente com os 10 novos municípios aceitos, outro ponto de destaque foi o número de propostas aceitas em cidades onde o PCE já atuava, como Itacoatiara que mais uma vez foi recordista em submissão de propostas e propostas aceitas. No ano passado a cidade da Pedra Pintada aprovou 33 projetos, somando Seduc e Semed Itacoatiara, já este ano um total de 57 trabalhos foram confirmados para essa nova edição. Outro município que vem mostrando resultados é a terra do gás natural, Coari que aumentou para 12 o número de propostas aceitas.

Já na capital Manaus o número também cresceu, a secretaria de estado e educação (Seduc) aprovou em torno de 150 projetos, em escolas distribuídas por todos os bairros e zonas da cidade.

Confirmando  uma parceria que vem dando certo, a Secretaria Municipal de Educação divulgou os 44 trabalhos aceitos, não só no perímetro urbano como também em zonas rurais.

Esta edição terá um investimento superior a R$ 4,3 milhões e as pesquisas serão desenvolvidas ao longos dos próximos seis meses, encerrando o projeto com um seminário final de avaliação, preparando os alunos assim para uma vida acadêmica.

O principal objetivo do programa é despertar a vocação científica já na educação básica, proporcionando aos estudantes oportunidades de desenvolver habilidades adquiridas ao longo do processo.           

 
Núcleo de Comunicação 

Programa Ciência na Escola – PCE Amazonas

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: