MT – Combate ao fogo no Parque do Xingu recebe apoio de brigadistas indígenas

Uma série de focos de calor no interior do Parque Indígena do Xingu/MT, levou a Funai a acionar o Ibama para dar apoio às ações de combate aos incêndios florestais que estão ocorrendo ao longo dos rio Xingu e Suiá. Além dos brigadistas do município de Luciara/MT, a operação foi reforçada com brigadistas das Terras Indígenas Irantxe e Myky, do município de Brasnorte/MT, treinados e contratados pelo Ibama desde 2008. A atuação desses brigadistas promoveu uma redução drástica dos incêndios nestas Terras Indígenas. Um esquadrão destes brigadistas indígenas se dirige para o outro lado do estado, percorrendo aproximadamente 1.300 Km, para ajudar os companheiros na região do Xingu.O Prevfogo, em parceria com as prefeituras, tem realizado desde o início deste ano Oficinas de Queima Controlada para comunidades indígenas e para comunidades tradicionais que realizam trabalhos na lavoura de forma coletiva, o que também contribuiu para a redução dos incêndios florestais motivados por queima de roça.

Além desta operação, o Prevfogo apóia a Funai, o Icmbio e os órgãos estaduais de meio ambiente em outras 13 operações de grande porte. Mas a atenção não está voltada somente para os grandes incêndios. Unidades de Conservação importantes como os Parques Nacionais de Chapada dos Veadeiros, Chapada Diamantina, Brasília, Emas e Nascentes do Parnaíba, dentre outras, apresentaram baixos índices de área queimada em 2012, apesar das condições climáticas críticas. O objetivo também é proteger estas áreas e evitar a formação de grandes incêndios florestais.

Nicélio Silva/Ibama/MT/Prevfogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*