PA – Integração Nacional incentivará cadeias produtivas na região do Alto Xingu

Valorizar os empreendimentos regionais e qualificar a mão de obra local. Esses são os principais objetivos do Ministério da Integração Nacional para incentivar economicamente as mais de 10 cidades que serão beneficiadas pela construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte na região do Alto Xingu. Nesta sexta-feira (11/05), o ministro Fernando Bezerra Coelho participou de reunião com os responsáveis pelo empreendimento, em Altamira. 

“Nossa ideia é incentivar novas cadeias produtivas e reforçar as já existentes para gerar mais emprego e renda para esta região que tende a crescer ainda mais com essa importante obra”, disse o ministro. As ações serão discutidas no âmbito do Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRS). 

Em parceria com aproximadamente 40 órgãos federais, o PDRS do Xingu foi criado com o objetivo de viabilizar as políticas públicas voltadas ao atendimento das demandas da população dos municípios que compõem a área de influência e incentivar os arranjos produtivos locais (APL’s). 

Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria, Instituto Euvaldo Lodi (CNI/IEL), na região, formada por Altamira, Vitória do Xingu, Senador José Porfírio, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Uruará, Placas, Porto de Moz, Gurupá e Pacajá, vivem mais de 340 mil pessoas. São 500 indústrias, 2.300 empresas de comércio e 400 prestadores de serviço. Além de 21 mil empreendimentos relacionados ao agronegócio, com destaque para a plantação de cacau.

FONTE : Ministério da Integração Nacional

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.