AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia – desdobramentos

Brasil reforça presença militar em zona de conflito no Acre; bandeiras são hasteadas.

Soldado brasileiro durante hasteamento de bandeiras do Acre e do Brasil; presença é resposta à invasão boliviana (Foto:Cleriston Amorim)

O governo brasileiro decidiu reforçar a presença do Exército na zona rural do município de Capixaba, no Acre, área que foi “invadida” por militares bolivianos no final de abril. Em uma solenidade na manhã deste domingo com a presença de autoridades civis e militares, as bandeiras do Acre e do Brasil foram hasteadas no lado brasileiro da estrada de barro que divide os dois países. A cerimônia foi acompanhada de longe por integrantes das forças da Bolívia.

A presença do Exército e da Polícia Militar é uma resposta aos possíveis atos de truculência cometidos contra produtores rurais brasileiros que possuem propriedades na Bolívia, e passam por processo de expropriação pelo governo de Evo Morales. Segundo informações, veículos militares da Bolívia entraram em terra brasileira para abastecer.

Como primeira ação o Exército deslocou o Pelotão de Brasileia para cuidar da segurança na região. A partir de agora uma presença mais constante se fará para evitar novas invasões. O evento deste domingo contou com a presença dos comandantes do 4º Batalhão de Infantaria de Selva, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, além do secretário Ildor Reni Graebner (Segurança Pública).

Barreiras por homens do Exército também foram montadas ao longo da BR-317, na altura de Capixaba. Motoristas são parados para averiguação de documentos e produtos transportados. A BR-317 é a ligação rodoviária brasileira com a Bolívia e o Peru.

VER MAIS EM : O Alto Acre –  http://oaltoacre.com/index.php/acre/12304-brasil-reforca-presenca-militar-em-zona-de-conflito-no-acre-bandeiras-sao-hasteadas-.html

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.