RO – Rio Madeira – Expedição identifica 32 pontos críticos para navegação

Uma expedição coordenada pelo diretor presidente da Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (Soph), Ricardo Sá, em parceria com representantes da Marinha do Brasil, Delegacia Fluvial de Porto Velho e Federação da Indústria de Rondônia (Fiero), percorreu 1.180 km pelo rio Madeira e identificou 32 pontos críticos para a navegação até Manaus (AM).

A expedição saiu de Porto Velho no dia 26 de março e chegou a Manaus no dia 1º de Abril. Durante o percurso foram identificados 32 pontos que comprometem a navegação no rio Madeira, como bancos de areia e rochas. O diretor presidente do Soph, Ricardo Sá, destacou a importância do rio para a economia da região, além do contexto social, pois 40 mil passageiros são transportados pelo rio anualmente.

Sá também disse que todos os anos são transportados pela hidrovia do rio Madeira 2,5 bilhões de litros de combustíveis, 2,479 milhões de toneladas de soja que vão para Ásia e Europa, além de outros produtos que vão para outros estados brasileiros e para o exterior. Com relação aos pontos críticos que foram identificados no leito do rio Madeira, Ricardo Sá disse que o Ministério dos Transportes irá liberar R$ 14,5 milhões este ano para o Porto Organizado de Porto Velho, recursos previsto no Programa de Aceleração do Crescimento (PACII) do Governo Federal.

O recurso será investido na dragagem e sinalização da hidrovia do Madeira, R$ 12 milhões serão aplicados na dragagem e R$ 2,5 milhões na sinalização do rio. Com dados baseados na expedição será encaminhado um documento nos próximos dias ao ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, solicitando urgência na liberação dos recursos para que o trabalho de dragagem e sinalização no rio Madeira comece o mais rápido possível.

O diretor da Soph, Ricardo Sá também falou da importância de se fazer a manutenção desse trabalho no rio todos os anos e disse que o governo federal irá liberar R$ 139 milhões nos próximos cinco anos para esta finalidade.

Participaram da expedição o delegado da Delegacia Fluvial de Porto Velho, Amilton Rodrigues Eleotero, o vice-presidente da Federação da Indústria de Rondônia (Fiero), Adilson Popinhak, e o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Francisco Sales.

FONTE: http://www.rondoniagora.com/noticias/expedicao-identifica-32-pontos-criticos-para-navegacao-2012-04-04.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.