Pesquisadores realizam exames para identificar problemas de saúde em indígenas do Acre

26 de Março de 2012  - Jaime de Agostinho

 O governo federal em parceria com o Estado enviou ao Acre um grupo de pesquisadores do Instituto Evandro Chagas para Chagas realiza o trabalho de pesquisa em quatro aldeias de Feijó. A ação é para identificar as causas dos agravos na população indígena da região já que dez índios foram removidos para o Hospital da região sem diagnóstico preciso.

“Os indígenas que deram entrada na unidade de saúde precisavam de cuidados específicos, como reidratação. Ainda não existe causa definida para os agravos, por isso a presença dos pesquisadores do renomado instituto”, justificou o diretor de apoio a diagnóstico da Secretaria Estadual de Saúde, Tiago Viana.

O Instituto Evandro Chagas, órgão vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS), atua nas áreas de pesquisas biomédicas e na prestação de serviços em saúde pública. Há mais de sete décadas atuando em defesa da qualidade de vida da população brasileira, o IEC tem se notabilizado por inúmeras descobertas, o que o torna referência mundial como centro de excelência em pesquisas científicas.

A coordenadora do programa Saúde Itinerante, Celene Maia, analisa a necessidade de enviar à aldeia uma equipe composta por dois médicos e um enfermeiro, para atender os indígenas. “Os atendimentos médicos dentro das aldeias é de responsabilidade do Distrito Especial de Saúde Indígena (DSEI). A Secretaria de Saúde assume a responsabilidade a partir do momento em que os índios chegam às unidades de saúde”, explicou.

FONTE: Portal Amazônia

Palavras-chave: , , ,


Deixe um comentário

*