Rio Acre alcança nível da segunda maior cheia do Estado

A enchente do Rio Acre promete chegar ao nível da registrada em 1997, a maior da história do Estado. De acordo com a Prefeitura da capital acreana, o rio alcançou 17,12 m na manhã deste domingo (19). O nível corresponde ao de 1988, a segunda maior cheia do Acre. Conforme o balanço feito até as 9h, 3.987 pessoas estão desabrigadas. O número de imóveis atingidos chega a 15 mil. Ao todo, 33 bairros e comunidades rurais sofrem com a cheia.

Na última sexta-feira (17), o Governo Federal anunciou a disponibilização, por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil, de R$ 1 milhão para apoiar às vítimas das chuvas que atingem as cidades do Acre. Os recursos serão usados na compra de alimentos, água potável, barracas, vestuário, material de primeiros socorros e produtos de higiene e limpeza.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê céu encoberto a nublado, com pancadas de chuva para esta segunda-feira (20). A temperatura pode variar de 21°C a 30°C.

Ajuda militar

Os comandantes do 4º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) e do 7º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC) colocaram a estrutura do Exército à disposição do Governo do Estado e da Prefeitura de Rio Branco para auxiliar no atendimento às vítimas da alagação. A parceria foi firmada na manhã desta quinta-feira (16) no Gabinete Civil, com o governador em exercício, César Messias, e com o prefeito Raimundo Angelim.

“Temos caminhões, carros, 15 barracas que podem abrigar até duas famílias cada uma e tudo está à disposição. Há também a possibilidade de solicitar recursos de Porto Velho [Rondônia]”, disse o tenente-coronel Danilo Mota, comandante do 4º BIS. O comandante do 7º BEC disse que está com quase todos os equipamentos em obras, mas disponibilizou pessoal para auxiliar no atendimento às vítimas.

FONTE: Portal Amazônia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.