Suiá Missú – Termina nesta sexta desocupação de vila erguida em área indígena de MT

3 de Janeiro de 2013  - Jaime de Agostinho

Termina nesta sexta-feira (4) o prazo para que os não índios desocupem o vilarejo de Posto da Mata, no município de Alto Boa Vista, a 1.064 quilômetros de Cuiabá. De acordo com a Associação de moradores da Gleba Suiá Missu, mais da metade das famílias já tinham deixado o distrito até esta quinta-feira (3).

Homens das Forças Federais de segurança estão na região para garantir o cumprimento da decisão judicial que determina a desocupação do local. Os moradores que não saírem da área, que foi considerada pela Justiça como sendo dos índios xavantes, vão ter os bens confiscados e podem responder pelo crime de desobediência.

O cumprimento dos mandados de desocupação está sendo feito entre oficiais de justiça, equipes da Força Nacional – Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Exército – além de representantes do governo federal. Desde então, vem ocorrendo vários conflitos entre os não-índios e policiais.

Na área em conflito faltam alimentos e medicamentos, segundo o membro da Associação dos Moradores, José Melo. “Está muito difícil a situação aqui, mas todos vão sair. As pessoas estão desmanchando suas casas para irem embora”, declarou o morador.

Revoltados, os moradores fecharam a BR-158 e MT-242, principais rotas de acesso aos municípios de Alto Boa Vista, Confresa e Porto Alegre do Norte. O tráfego de veículos ficou prejudicado. As famílias estão sendo cadastradas e as que atenderem as exigências do Incra podem ser instaladas em projetos de assentamento da reforma agrária.

FONTE  :  G1

VER ÍNTEGRA EM : http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2013/01/termina-nesta-sexta-desocupacao-de-vila-erguida-em-area-indigena-de-mt.html


Palavras-chave: , , , , , , , ,


Deixe um comentário

*