Operação Guardiões das Montanhas II apreende madeira ilegal da Amazônia em Minas Gerais

14 de abril de 2011  - Jaime de Agostinho

Belo Horizonte (13/04/2011) – A operação Guardiões das Montanhas fez, até agora, em sua segunda edição, sua maior descoberta. Com apoio de helicóptero, foram localizados dois pátios no município de Rio Pomba, ambos pertencentes à Indústria e Comércio de Madeiras Ltda. (nome fantasia: Madeireira Rio Pomba Ltda.), com cerca de 2,2 mil m³ de madeira serrada, em sua maioria, originária da Amazônia, e contendo ainda quatro espécies ameaçadas de extinção ou imunes de corte: castanheira, cerejeira, mogno (Amazônia) e imbuia (sul do Brasil). Deste total, 1.510,9 m³ sem cobertura legal foram apreendidos.

Pólo moveleiro - MG

Segundo o coordenador da operação, Aristides Neto, “a empresa foi multada em mais de R$ 453 mil, cerca de R$ 300 por metro cúbico de madeira”. A área foi escolhida pela importância da movimentação de madeira na região. Pelos dados do sistema DOF do Ibama, o polo moveleiro de Ubá consome anualmente em média 20 mil m³ de madeira nativa da Amazônia, valor considerado bastante expressivo.

Pólo moveleiro - MG - 2 - 13-04-2011

Operação

A operação Guardiões das Montanhas II está fiscalizando o polo moveleiro compreendido nos municípios de Ubá, Piraúba, Rio Pomba e Tocantins (Zona da Mata Mineira). Estão sendo vistoriados serrarias, marcenarias e depósitos de madeira. O objetivo principal é coibir a cadeia produtiva de madeira ilegal, principalmente, da madeira oriunda do norte do país. Participam da operação servidores do Ibama, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e do Instituto Estadual de Florestas.

Fonte: Ibama/MG

Fotos: Aristides Salgado Guimarães Neto – Ibama/MG


Palavras-chave: , ,


Deixe um comentário

*